Total de visualizações de página

sábado, 17 de julho de 2010

Prefiro te chamar de Você





"Aos meus lábios, aos meus olhos
Do silêncio imponho a lei;
Mas lá onde a dor se esquece,
Onde a luz nunca falece,
Onde o prazer sempre cresce,
Lá saberás se te amei!"
Gonçalves Dias





Não posso, de maneira nenhuma, citar teu nome aqui. Até por uma questão ética, de defender a quem se ama, por zelo, e não escandalizar a quem se adora. Não, não posso, porém, seria tão bom se você soubesse o quanto me faz bem... Mal nos conhecemos.
Todavia, sua simplicidade, humildade, teu gesto humano, tua face, teus olhos. Teu jeito de admirar a vida, seu semblante, tua fala... tudo isso me arrebata ao que eu costumo chamar "estado mais transcendental de um ser humano".

Coisa que as outras pessoas chamam de Amor.

Não posso, aqui, fazer qualquer alusão breve referente ao teu nome, ou referente a algo que te identifique...

Que este sentimento fique no anonimato... pelo menos por enquanto.
E que as palavras, caso haja a oportunidade, em um contexto cabível, sejam ditas.

Por hora, vou te chamando de você.


Renato Marques

2 comentários: