Total de visualizações de página

domingo, 4 de julho de 2010

A Vida



A vida, em muitos momentos, não me sorriu, ainda que as evidências de uma felicidade tenham sido tão claras.
Mas viver é isso! lutar constantemente, sem desistir, mesmo quando tudo parece estar perdido.
Muitas lágrimas já rolaram e tenho medo só de imaginar quantas ainda terão de vir. Amigos que se foram, amores que partiram, desilusões, mágoas, tristezas. De tudo isso, o que resta é a saudade, a lembrança de um tempo bom... que não volta nunca mais. Enfim, viver é isto. Momentos de felicidade que são tão efêmeros. É essa efemeridade que a torna tão dolorosa, tão difícil. 

Quero uma felicidade permanente, sorrisos em lábios que me beijem. Quero, não a ausência de problemas, mas as mãos que se unem para resolvê-lo. Quero um poema que cante a eterna presença daqueles que se foram. Quero a vida, a vida bem sentida. Quero as lágrimas que suplicam um afago acessível. Abraços demorados, gargalhadas que nos levem ao chão. Quero amor eterno, destes que não se encontram mais. Quero amor, destes que não se compram nem se vendem, mas que se recebe de graça e pela graça de uma doação sincera, sensível e simples. Eis o meu ideal de Vida.

Um dia encontrarei esta Vida.


2 comentários:

  1. Pqp...
    Não sou adepta a palavrões, mas foi impossível detê-los agora. Uma porção linda de sinceridade e vida caiu em forma de palavras bem aqui na minha frente. Que o seu ideal continue refletindo sua essência doce e sabedoria impecável!

    Adoro lê-lo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. A foto diz tudo....
    Encontrar um pensamento assim é como encontrar um oasis em meio a tantas bobagens da net...
    Nos enchemos do mundo e quando deparamos com uma alma exposta,nos olhamos para nós mesmos por um momento.

    Parabéns!

    ResponderExcluir